quarta-feira, 30 de março de 2016

Deficiente retira roupa e prótese após ser barrado em banco

Um deficiente físico foi barrado na entrada de uma agência da Caixa Econômica Federal, em São Paulo, e precisou retirar a calça e a prótese metálica da perna para entrar no banco. O aposentado Gilberto Forti alega que teve a entrada negada por um segurança, apesar de ter informado que usava uma prótese.



A esposa dele, que o acompanhava, inclusive, teria mostrado o equipamento na perna do marido. Revoltado com o constrangimento, Gilberto tirou a roupa e entrou de joelho no banco. Em seguida, sentou no chão e ficou aguardando a chegada da polícia, que foi acionada pela mulher. O casal registrou ocorrência na 20ª Delegacia.


A Caixa nega que tenha proibido a entrada do cliente. O banco argumentou que usa portas automáticas com detectores de metal. Segundo a instituição financeira, Gilberto teria se negado a mostrar a prótese de metal para o vigilante e decidido retirar o equipamento antes que a gerência "pudesse abrir a porta auxiliar, conforme prevê a regra de segurança". O banco destacou ainda que Gilberto retornou ao banco nesta quarta, 30, sendo atendido normalmente. (Idem A TARDE)

    Choose :
  • OR
  • To comment
Nenhum comentário :
Write comentários

loading...
Direitos autorais Portal Timbaúba Notícia. Imagens do modelo de MichaelJay. Tecnologia do Blogger.