domingo, 14 de agosto de 2016

Mulher é estuprada em banheiro de bar e vídeo é divulgado na internet

Uma vendedora de 21 anos teve um vídeo íntimo vazado na internet. Nas imagens, ela aparece mantendo relações sexuais com um rapaz em um banheiro de um bar em Franca, interior de São Paulo.


Segundo a vítima, o homem em questão ofereceu uma bebida para ela e depois de beber não se lembra de nada. A vendedora prestou queixa na delegacia e passou a ser ameaçada pelo homem que aparece nas imagens.

“A gente [ela e uma amiga] estava dançando e eu o encontrei. Ele estava muito tonto, muito louco, porque já tinha bebido também. A gente trocou umas duas, três palavras, eu não lembro o que foi. Ele estava bebendo alguma coisa, me ofereceu e eu tomei. Deu um branco, não vem nada na minha cabeça. Eu não sei o que era, mas não era cerveja o que ele me deu. Eu não lembro como voltei para casa. Eu acordei e ela [a amiga] já não estava mais em casa, porque tinha ido trabalhar”, contou ela ao “G1 Franca”.

“Ele me ligou, disse que não era para eu procurar a polícia, deixar quieto, porque isso ia me prejudicar e a ele também, porque ele tem uma imagem, todo mundo o conhece. Ele disse que não se lembra de nada, que estava muito louco, que não viu nada. Eu não cheguei a ver o vídeo todo porque me dá um desespero. Ele olha várias vezes para a câmera, vê que estavam filmando e não faz nada. Não é possível que o cara não viu aquilo. Abrisse a porta, batesse nos caras que estavam filmando. Ele não fez nada”, completou dizendo achar ter sido vítima de uma armação do rapaz.

De acordo com a jovem, não demorou muito e ela recebeu telefonemas de amigos relatando que um vídeo de sexo dela estava na internet. “Na hora, eu nem acreditei e está repercutindo muito. Eu não posso mais andar na rua, está todo mundo me criticando. Alguns me apoiam, mas a maioria me critica. É constrangedor demais. Estou com medo de sair de casa, a cidade inteira já sabe”, disse.

A polícia está investigando o caso e a moça passou por exames com objetivo de tentar identificar substâncias psicotrópicas em seu organismo. O celular dela foi apreendido para investigarão.


Depois da exposição, a mulher enfrenta piadas de mau gosto e pessoas a confundindo com garota de programa. “Depois do ocorrido, meu celular não parou. É ligação do Mato Grosso, de todos os estados, perguntando se eu sou garota de programa. Os caras ligaram perguntando quanto eu cobro, dizendo que querem me conhecer. Todo mundo só fala de mim, que eu sou a vadia, vagabunda, só aparecem coisas contra mim e ninguém fala dele. Isso está me matando. Ele armou tudo. Para mim, foi ele quem armou tudo isso. É um crime isso. Eu quero que esse cara pague por isso”, pediu ela. Portal do Holanda

    Choose :
  • OR
  • To comment
Nenhum comentário :
Write comentários

loading...
Direitos autorais Portal Timbaúba Notícia. Imagens do modelo de MichaelJay. Tecnologia do Blogger.